quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

trai o meu marido , mais não queria

Sou arquiteta, 28 anos, morena do tipo gostosa. até a data deste fato nunca tinha traído meu marido, aliás ele tinha sido meu único homem, com quem perdi a virgindande e depois vim a casar. tive um cliente jovem 30 anos para quem decorei e projetei toda a casa. quando estava tudo pronto, meu cliente, a quem eu chamo de paulo, me disse: - amanhã, vou dar uma festa para inaugurar a piscina. tudo combinado marcamos para amanhã. no dia seguinte que era uma quarta-feira. cheguei até a casa por volta das 10 horas, achei estranho que não havia mais ninguém. paulo me disse: - mas a festa é para você. me pegou pela mão e me conduziu para dentro da casa. ficamos conversando e bebericando, deitei de costas e pedi para ele passar protetor solar em minhas costas. juro que não tinha nenhuma segunda intenção até este momento. mas ele foi me massageando as costas com a sua mão passando pela minha cintura, comecei a ficar excitada. ele perguntou se podia passar portetor nas minhas pernas e eu disse que sim. quando as suas mãos começaram a passear nas minhas coxas, senti que estava ficando toda molhadinha. ainda assim, tinha a firme decisão de não trair meu marido. aí resolvemos cair na piscina. confesso que tinha bebido um pouco e me sentia leve, ria muito das brincadeiras de paulo. de repente paulo me abraçou, e eu continuava a rir. ele aproximou a sua boca da minha e me beijou. de início, rejeitei, eu não queria aquilo, mas ele me segurou com força e meteu a língua na minha boca e sem conseguir me controlar, correspondi com a minha língua tocando na dele. fiquei mais excitada. rapidamente senti o sutien do meu biquini sumir e as mãos de paulo apertando os biquuinhos dos meus peitos. eu pedi para ele parar, mas sem resistir. ele chupou meus peitos, foi gostoso. de pernas abertas trançadas na cintura de paulo sentia seu pau forçando a minha buceta por cima do meu biquini. ainda dentro da piscina paulo tirou meu biquini e sua sunga e de uma só estocada penetrou seu cacete todo em mim. gozei, mas pedia para ele parar, pois eu sou um mulher casada. dentro a piscina paulo gozou me inundando de porra. refeitos paulo me beijou, mas eu não queria, me sentia uma puta. me enrolei em uma toalha e fui tomar banho. paulo me seguiu. me pediu para acompanha-lo. ele percebeu que estava constrangida . sentou-se comigo na cama, me prometeu segredo e me pediu que ficasse calma. acariciou o meu rosto, me beijou na boca. aí eu me entreguei por completo. paulo começou a acariciar oa meus seios foi mamando nos meus seios. foi me dando um banho de língua, barriga, umbigo, coxas, voltou a minha xaninha e me chupou me fazendo gozar. aí foi a minha vez, beijar sua boca e chupar aquele cacete que era o segundo que eu via na vida. não era maior do que o meu marido, porém era mais bonito, mais bem torneado. chupei gostoso como nunca fizera antes. com paulo deitado ainda, me encaixei no seu cacete. senti o seu pau deslizando em mim, mexi, rebolei, gozei duas vezes até paulo gozar. aprendi a transar e gostar da putaria com paulo. transamos todo aquele dia. e muitos dias depois também. ah, meu marido? continua achando que sou virtuosa esposa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário